Expedido termo de guarda

o-FATHER-SON24-facebookUm momento intenso, primeiro passo para eu ser adotado como papai por uma criança de oito anos. E como um início tão vibrante pode ser representado por uma frase tão fria? 

Por Arno Duarte

Uma segunda-feira normal de dezembro, como tantas, vida que segue, trabalho, reuniões, e um telefonema: “olha teu e-mail agora, o status mudou”! Era a Taís, minha eterna namorada, sobre o processo de pedido de guarda do Cadu, um menino que apadrinhamos há um ano. Não foi de uma hora para a outra, mas é inesperado de qualquer jeito. Talvez não exista o momento perfeito para avisarem: “expedido termo de guarda”. Só é expedido! Frio assim, um suave chacoalhar na realidade.

O que eu sinto é calor humano, sensação de que o coração não cabe dentro do peito. Borboletas voam pelo estômago, um descompasso da língua embaralha as palavras, os pensamentos viajam para o passado e futuro e é inevitável o congelamento das bochechas em um sorriso que não se desfaz nem para dormir.

A partir daí a vontade de contar para todo mundo fica presa no receio de que tudo aquilo de bom que está acontecendo seja um sonho que pode ser desperto. Mas o medo evapora na alegria de ver os amigos celebrarem junto, de ouvir teus sobrinhos felizes comemorarem com gritinhos a chegada do novo primo, dos avós bestas planejando como será quando forem chamados de avós.

Emoções se misturam com a expectativa de saber quando o menino vai receber a notícia, se vai gostar, se vai chorar, se vai querer me ver com urgência ou se vai precisar de um tempo para absorver a ideia. Medos infundados, talvez cagaço em função da responsabilidade que chega, por uma vida a mais na minha vida, por um amor maior para amar sem limites.

Será que dou conta? Claro que sim, já nasci pronto para isso. A verdade é que eu sempre soube que estava pronto para ser pai de um filho de coração.

A vida vai mudar. Já mudou quando conheci o ruivinho de olhos verdes, tão especial que já é a minha cara. E a vida vai mudar ainda mais quando eu conseguir soltar todo o choro de felicidade dentro de mim, quando eu ouvir um singelo “pai” ou quando eu conseguir dizer “filho” sem me preocupar se posso ou devo me referir a ele assim.

Foi expedido o termo de amor. Aliás, acho que este deveria ser o nome do documento. Mas dane-se as formalidades, o amor está nos detalhes, nas entrelinhas, nas letras miúdas, invisíveis a olho nu. Pai é quem ama, e eu estou amando esta nova porta para a vida, uma oportunidade de ser inspirado a ser o meu melhor pelo carinha que eu deveria inspirar.

Um novo ciclo se inicia, transformações, descobertas, parceria, amizade. E nem se passaram 24 horas daquela segunda-feira tão normal de dezembro. Imagina o que mais me espera como papai adotivo tendo uma vida inteira pela frente para celebrar.

ARNO DUARTE, além de papai adotivo, é coach e consultor organizacional na Favoo Desenvolvimento Humano e mobilizador do movimento Geração Mais Amor. Adora o que faz, mas não deixa de se aventurar em peças de teatro, videoclipes, música, fotografia, meditação ou em qualquer coisa que estimule expressão e criatividade. Acredita que o sentido da vida é amar e se divide entre projetos pessoais e profissionais buscando a felicidade autêntica nas 30 horas do seu dia.

7 comentários sobre “Expedido termo de guarda

  1. Arno, fiquei muito emocionada lendo o seu artigo. Tenho plena convicção que tudo será maravilhoso, pois o mais importante eu percebi. O amor que sente pelo teu filho. Que Deus te abençoe sempre e continue te iluminando para a nova etapa que segue. Parabéns pela linda ATITUDE. Abracao Selma Pescar Soul.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Parabéns Arno! Por tudo! Por ser quem decidistes ser e consequentemente este teu ser ajuda tanta gente.
    Que fase gostosa, alguém para amar… faz tanto sentido isso.
    Que os deuses possam abençoar esta nova família todos os dias de suas vidas.
    Quem só faz o bem o recebe em dobro. O Cadu é o teu presente em dobro. Aproveita!
    Beijo no coração e cheia de vontade de conhecer esse menino lindo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s